Eu sei que ultimamente só tenho feito posts dia sim e dia não, mas acho melhor ir me acostumando aos poucos de volta a rotina (eu já comentei que na próxima quinta feira, dia 31, eu volto para escola?) então vim contar aqui sobre a nova série que comecei a assistir. Ela se chama "Girl Meets World" ("Garota Encontra o Mundo" em português) e é da Disney.
Eu não sou muito fã da Disney desde High School Musical, mas essa série realmente me conquistou. Se você tem a minha idade, provavelmente você não se lembra de uma série que reprisou na Disney por volta de 2005 chamada "O Mundo É Dos Jovens" ("Boy Meets World" em inglês). Eu sempre acompanhei séries com a minha mãe então lembro-me de assistir essa com ela antes de ir dormir (sim, teve uma fase da minha vida em que eu ia dormir antes da meia noite).


"O Mundo É Dos Jovens" conta a história de Cory Matthews, um pré-adolescente que tenta entender esse mundo complicado em que vive sempre com a ajuda do seu melhor amigo, Shawn Hunter. A série foi transmitida de 1993 à 2000. Quase 15 anos depois do fim da série, a filha de Cory, Riley Matthews está na mesma situação que o pai estava no começo da série em 1993. "Garota Encontra o Mundo" é um spinn-off de "O Mundo é do Jovens".
O que eu achei mais legal nessa série é que apesar de fazer relação direta ao "Mundo É Dos Jovens", é totalmente independente e ao contrários de todas as outras séries que assisto, não é preciso acompanhar realmente a série para entende-la. É um presentão para os fãs da antiga série, com um monte de antigas referências, mas também é muito legal para essa nova geração. 


Cada episódio tem cerca de 22 minutos e é de dar risadas do começo ao fim, mas sempre acaba com uma reflexão meio dramática. Acho que o que eu mais sentia saudades das séries da Disney é aquela mensagem bonita que tem no final, uma vez que as séries que eu assisto não tem nada disso (alô alô "Under The Dome").
"Girl Meets World" é basicamente uma fanfic de "Boy Meets World". Riley faz a função do Cory, Maya a do Shawn, isso sem contar que o Cory, como pai da Riley, é extremamente presente na série como seu professor de história só que sem uma storyline estagnada que só serve para dar apoio a Riley, ele tem uma própria e importante storyline em que ele está aprendendo a ver sua filhinha crescer e se tornar uma mulher (todos os pais de menina sabem que essa hora vai chegar, mas nunca estarão realmente prontos).  Outro detalhe importante é que o Cory, hoje professor, faz exatamente o mesmo papel que o Mr. Fenny  fez para ele anos atrás. E se você tiver saudades dos antigos personagens, não chore: pelo que pude ver na internet, os demais personagens da antiga série vão voltar para alguns episódios - o que vai deixar todos os antigos fãs muito contentes. 
Muita gente tem criticado dizendo que não é tão boa quanto a original, mas não dá para comparar sete temporadas com apenas quatro episódios, além do fato de ser outra época (são mais de vinte desde o começo da original) com outros padrões do que é bom e do que não é e um grande detalhe: o público alvo não é só os antigos fãs e sim conquistar novos.


A série estréia em Setembro (26/9) no Disney Channel, mas já lançou nos Estados Unidos há um tempinho e já está no quarto episódio. Clique aqui para assistir o primeiro episódio da série legendado e aqui para assistir os demais sem legenda. As fotos nesse post são de uma comparação que achei no Tumblr e confira o trailer abaixo ;) 

Beijos
S.S Sarfati
PS: Mal posso esperar os dois episódios em que o Shawn volta, ele sempre foi meu preferido mesmo quando eu só tinha oito anos - nunca tive vocação para gostar do protagonista. 

Deixe um comentário