Meio termos me irritam. Não gosto de coisas mornas. Para mim, ou o leite é quente ou o leite é frio. Estações meio termo me irritam também: não gosto nem de primavera nem de outono. É horrível sair de casa com uma camiseta de manga curta e ter que levar um moletom para caso precise. A pior coisa do mundo é a indefinição. 
Tudo e nada na vida são indefinidos: não há meio termo para um monte de coisas: gravidez, doença, computador quebrado, lápis de cor, giz de cera, caixa, mochila, sofá e pegador de sonhos. 
Mesmo assim, há um monte de coisas indefinidas: Bentinho não me deixa mentir. Além do mais, todas as relações humanas estão no campo das coisas indefinidas. As pessoas estão nas coisas indefinidas. Pessoas são indefinidas.
Convivo com pessoas, e pessoas estão nas coisas indefinidas. Então, imaginem só a angústia que é odiar indefinição e conviver com pessoas?!

Beijos
S.S Sarfati 

Deixe um comentário