Se há um mês atrás alguém tivesse virado para mim e dissesse que minha vida estaria assim hoje, eu teria dado um tapa na cara da pessoa. 
É engraçado como a vida brinca com a vida das pessoas, esquecendo-se do fato de que uma brincadeirinha hoje significa uma enorme mudança no futuro. 
Não sou do tipo que acredita em destino, sou do tipo que acredita que a vida é uma estrada e sabemos apenas onde começa e onde termina, nada além disso. E que para chegar ao seu final você tem inúmeras possibilidades. Só que umas das piores coisas que podem acontecer é você perder o controle sobre o rumo da sua vida. 
E pode nem ser culpa sua: você pode ter vivido sua vida da maneira mais correta possível, feito toda a lição de casa, e mesmo assim, alguma coisa acontece e você se lembra do fato de que sua vida não depende apenas de você. Assim como o meio influência, as pessoas também influenciam sua vida. Uma decisão errada da pessoa errada pode acabar com a sua vida, por isso é muito importante escolher bem quem você deixa fazer parte da sua vida.
É estranho a partir do momento em que você precisa encarar o fato de que você não tem pleno controle sobre sua vida. É como viajar de avião: você precisa simplesmente sentar na sua poltrona e relaxar por que mesmo que o avião esteja prestes a cair, você não poderá fazer nada. 
Mais vezes do que podemos imaginar, tudo o que precisamos fazer para melhorar uma situação complicada é deixar ir. É permitir-se ser como o vento e deixar as coisas irem de você quando elas bem entenderem e aceitar o fato de não ter controle algum sobre coisa nenhuma. 

Beijos
S.S Sarfati

Deixe um comentário