pipoca e um bom filme sábado à noite fazem de mim  uma pessoa mais feliz

Estar no último ano do Ensino Médio é estar vivendo muitas coisas que a maioria das pessoas que já passaram pelo EM viveram. É viver experiências comuns. E de todas as experiências comuns, a mais destacada é a da viagem de formatura, embora muitos não tenham essa tal viagem (eu sou uma dessas pessoas) essa é, sem dúvida, a experiência mais comum de todas. Lembro que a cinco ano atrás era minha prima que falava sobre a tal viagem para Porto Seguro e hoje são os meus colegas de sala. Como é algo que mexe com as fantasias de alguns dos alunos desde bem cedo, é bem comum você se deparar no Facebook com postagens do tipo "Essa é um dos dias mais felizes da minha vida, fechei minha viagem para Porto Seguro". Embora pareça não é sobre viagens de formatura que eu vou falar hoje e sim sobre "os dias mais felizes da sua vida".
Embora seja uma frase singular, com um único dia mais feliz da nossa vida, geralmente as pessoas não usam essa frase uma única vez na vida. Não apenas por que somos indecisos, mas por que nós nunca sabemos como será o dia de amanhã e se ele será de fato não será "mais melhor" do que o último "dia mais feliz da nossa vida". Há quem critique essa pluralidade de dias mais felizes, mas esperar um dia muito ruim chegar para então perceber que aquele dia foi bom não faz o mínimo de sentido: não temos noção de quando será o nosso último dia, então por que não aproveitar todos os dias? 
Dias felizes não precisam de grandes realizações, apenas precisam de uma grande felicidade, um grande motivo para estar feliz. Por que tanto felicidade como estar feliz, é algo relativo: pode ser desde casar com um moreno alto bonito e sensual até comer um pote de achocolatado em pó. Não importa o que é a sua felicidade ou o que faz do seu dia o mais feliz da sua vida desde que ele seja verdadeiro. Viajar à Paris é algo muito legal, mas será que te traz mais felicidade do que tomar café quente em um dia gelado? Maré calma nunca formou marinheiro habilidoso então será que aquele dia em que, após chorar durante duas horas, você viu o seu filme preferido passando na televisão aleatoriamente não foi um grande alívio e felicidade para você? 

Qual foi o dia mais feliz da sua vida? Por que não compartilha comigo por TwitterFacebook ou email?
Beijos
S.S Sarfati

Deixe um comentário