Cartaz de De Volta Para o Futuro

Com uma prolepse no título e sendo considerado um dos melhores roteiros da história do cinema, De Volta para o Futuro conta a história de um adolescente, Marty Mcfly, que após ligar sem querer a máquina do tempo criada por Doc Brown em um DeLorean e acaba retornando para os anos 1950 onde conhece seus pais antes mesmo deles serem um casal, contudo, sua mãe se apaixona por ele colando em risco a existência dele! Querendo garantir o futuro dele e de seus irmãos, Marty precisa agir como cupido dos seus pais e ainda precisa voltar para o ano que pertence. 

De Volta Para o Futuro

Eu sou uma péssima fã de cinema e só fui assistir a trilogia clássica dos anos 1980 este ano quando me mudei para São Paulo e não tinha internet ainda fora os filmes baixados offline pelo Netflix e eu preciso dizer que foi paixão à primeira vista. Para alguém que estuda Jornalismo, eu gosto demais de Ficção Científica, especialmente viagens nos tempo (Allons-y Doctor Who!).  Além disso, o roteiro é despretensioso e engraçado sem ser demais. Considerando que o primeiro filme da trilogia foi lançado a mais de 30 anos (1985), não tem nada que eu possa falar deste filme que nunca foi dito por ninguém, além do óbvio: vocês precisam assistir a este filme.

De Volta Para o Futuro

Uns anos atrás perguntei para o meu pai se o filme era bom e ele disse que era para eu assistir sem expectativas, por isso acabei deixando de lado por um tempo. No início deste ano, quando me mudei para São Paulo, estava sem internet e só tinha uns poucos filmes baixados no tablet e três deles eram a trilogia De Volta Para o Futuro. 

De Volta Para o Futuro

Não sou perita no assunto, mas um dos motivos pelos quais acredito que este filme continua fazendo tanto sucesso depois de tantos anos é que adolescentes são adolescentes independente da época em que eles estão inseridos, algumas coisas nunca mudam: nunca muda a vontade dos adolescentes de mudarem como seus pais são ou ficar pensando como sua vida poderia ser diferente - além de um pouco romance. Além disso, os personagens centrais, o Marty e o Doc, são extremamente carismáticos. O primeiro filme é mais engraçado, carismático e mais voltado para ser sucesso de bilheteria. O segundo é um pouco mais dark, depressivo, pesado enquanto o terceiro é uma maneira brilhante de unir o melhor dos dois filmes anteriores sem ser acometido pela maldição de que o terceiro filme é sempre o pior. 

De Volta Para o Futuro

A trilogia toda está disponível no Netflix - além de um documentário muito legal sobre a saga. Assistam também, é bem completo pois aborda até a questão do Michael J Fox (o Marty McFly) com o Parkinson - ele até tem um fundação de pesquisa contra o Parkinson. 

Se vocês não assistiram ainda, assistam aos filmes. E fiquem com o recado do Doc:

Doc Brown/De Volta Para o Futuro
WeHeartIt/"Seu futuro ainda não foi escrito, o de ninguém foi. Seu futuro é o que você faz dele, então faça um bom"


Beijos
S.S Sarfati 

Deixe um comentário