cidade grande
tumblr

É muito comum se falar sobre como as pessoas podem nos influenciarem negativamente, especialmente se formos "cabeça fraca". Já aconteceu quando você era adolescente de levar amigos para casa e seus pais (no meu caso é mãe porque era ela que ficava em casa cuidando de mim, rs) e eles não gostarem de algum amigo/amiga seu e depois de um tempo você achando que eles eram apenas implicantes você percebe que infelizmente eles estavam certos? É aquele ditado o qual vivo me deparando no Twitter "Seus pais percebem os amigos falsos antes de você". Só que não é sobre isso que vou falar neste post. Hoje vou falar sobre as pessoas que nos influenciam positivamente. 
Em uma época em que é tão comum ver pessoas se intitulando "influenciadores digitais" porque não pensar nas pessoas simples do nosso dia-a-dia que não se intitulam nada e que nos influenciam a nada mais do que sermos pessoas melhores do que fomos ontem?
Não sei você, mas durante o Ensino Médio e atualmente na faculdade fui contemplada com a chance de ser aluna de grandes mestres que merecem essa nomenclatura não (apenas) pelos seus títulos acadêmicos, mas por serem pessoas realmente fantásticas. Eu me lembro de durante o Ensino Médio ter aulas tão fantásticas a ponto de evitar faltar nos dias em que tinha aulas com esses professores, eu ia até naquelas últimas aulas do semestre (no final de junho/novembro). Eles me faziam querer ser uma aluna melhor, eu me dedicava mais as aulas deles, lia tudo o que eles me recomendavam e, acima de tudo, uma pessoa melhor. Eu explorava meu maior potencial naquela aula e quando percebia havia me tornado uma melhor versão de mim mesma. Professores são um exemplo bastante óbvio, mas eu não conheço nenhuma profissão mais "influenciadora" do que esta. Seriam eles os primeiros influenciadores, antes mesmo da Era Digital? 
Amigos, parentes, namorados ou qualquer pessoa que por algum motivo te influencie a ser melhor é alguém que você deve manter por perto, contudo, algumas pessoas acabam, de uma maneira ou de outra, sendo obrigadas a sair das nossas vidas, mas não é por isso que você vai passar a odiá-las. Não é porque você terminou com seu namorado, por exemplo, que você vai passar a ter nojo de escutar o nome dele uma vez que você que não apenas ele te fez bem por um tempo como te ajudou a ser uma pessoa melhor. Um exemplo bastante pessoal é que meu ex-namorado comia pão de forma em praticamente todas as refeições e eu estranhei isso no início, mas por fim percebi que era um ótimo alimento que eu havia deixado de comer em grande quantidade na infância. Não é só porque o meu ex fazia isso que, mesmo eu achando uma boa ideia, eu vou deixar de fazer. 
Vejo muitas pessoas seguindo cegamente apenas o que os "influenciadores digitais" falam, mas ignorando a convivência no dia-a-dia. Não seja essa pessoa. Não seja alguém incapaz de olhar a sua volta.

Você já teve alguém que te influenciou positivamente? Me conta!
Beijos
S.S Sarfati 

Deixe um comentário