O que seria um conto se não um pedaço simples de uma história complexa? 
De maneira bem racional podemos dizer que o conto é um gênero hibrido devido à sua enorme semelhança com uma crônica, mas por outro lado é um fragmento pequeno de uma grande história.
Quando você lê um conto você não fica imaginando o que acontece antes ou depois do conto em si? Ou todas as situações que deram aquela que o conto narrou? O mais incrível é que a história nunca acaba. Aquela situação é uma narrativa que gera outra, que gera outra e gera outra. 
Nossa vida é composta por vários contos:  todas as situações que vivemos poderiam dar origem à contos, por mais ingênuas e aleatórias que pareçam. 

Beijos
S.S Sarfati 

Deixe um comentário