Neste caso é uma cobertura fotojornalística, mas gostei muito da foto mesmo assim/WeHeartIt

Nada te faz se sentir mais jornalista do que um crachá escrito "imprensa", uma câmera no pescoço e uma bloquinho na mão. Ficar desfilando assim é o que acontece quando você vai cobrir algum evento, mas lógico que não é só isso. 
Eu sei que todo jornalista profissional já foi um foca como eu, já cometeu micos como os que eu cometi e para ele se tornar um profissional óbvio que ele já errou bastante, mas quando é você cometendo seus erros você sempre acha que você é o único estudante de jornalismo de todo o planeta Terra que já cometeu aqueles erros e pagou aqueles micos. 
Focas sempre serão focas.
Minha primeira cobertura jornalistica ocorreu nesta última segunda feira, dia 9/5, e eu fui cobrir a feira de empreendedorismo da UNITAU (Universidade de Taubaté), mais especificamente a palestra sobre Seis Sigma e Lean Manufacturing (que no caso era um tema o qual eu tinha certa familiaridade pois meu trabalhou com isso durante muitos anos).
A primeira coisa é que todo mundo te olha com um misto de admiração e medo quando percebem que você está com um crachá e tem até gente que foge de você, sério. De vez em quando você encontra algum entusiasta que quer falar com você durante 40 minutos e, acredite, depois de meia dúzia de fontes falando mais de dois minutos com você, uma que fala 10 minutos já é de comemorar, uma de 40 minutos é para agradecer aos céus. Você tem ideia de quantas citações você consegue tirar de uma gravação desse tamanho? Muitas. 
É curioso como você se sente adulto, profissional, contudo, ao mesmo tempo, se sente como se você fosse um bobo (porque você meio que é, afinal, você é um foca). São sentimentos estranhos, mas que de alguma maneira se completam.
Eu sou uma pessoa tímida, não do tipo anti-social (lógico, eu faço um curso de comunicação), então meu maior desafio é ir falar com as pessoas. Se eu pudesse fazer minha cobertura apenas observando eu estava feita. 
De forma geral, acho que deu para o gasto. Agora só falta escrever minha matéria

Beijos
S.S Sarfati

Deixe um comentário