Compras em excesso
WeHeartIt

Sociedade do consumo, de maneira bastante resumida, é um termo usado para falar a respeito de uma sociedade  em que há muito mais oferta de produtos do que demanda e a sociedade que tem os padrões de consumo massificado, ou seja, consome-se apenas como integração social e não necessidade. Além disso, é uma sociedade que tende ao consumismo - aquele consumo exagerado, sem controle, impulsivo, irracional e que muitas vezes acontecem para preencher vazios dentro da pessoa. 
Reconhecem uma sociedade assim? A nossa.
Vivemos em uma sociedade tão doente e tão vazia que atualmente valemos mais pelo que nós compramos, pelo poder de compra que nós temos do que por quem nós somos. O ato de comprar, algo que deveria ser feito em caso de necessidade virou um hábito de distração, de interação social, de prazer.
Nós estamos focando nossa vida no poder de compra que temos ou que queremos ter. Com a recente crise econômica-política no Brasil, muitos de nós perdemos poder de compra e é possível escutar nas conversas informais o quanto as pessoas lamentam isso. É possível escutar mais pessoas lamentando que agora não conseguem mais comprar tanto quanto em 2012 do que pessoas reclamando que talvez tenhamos três presidentes em quatro anos. O quanto de nossas vidas estamos direcionando para o dinheiro e o poder de compra que ele trás?
Eu  não estou me excluindo dessa sociedade, faço as mesmas coisas, contudo coloco-me em uma posição de crítica porque sei que o que faço, muitas vezes, e por isso tento evitar esses hábitos ruins. Não é como se eu pudesse me colocar em uma caverna no meio do mato e ignorar tudo isso, por mais que eu tenha vontade às vezes. É preciso saber viver em uma sociedade tão doente quanto a nossa sem nos deixarmos adoecer.
Nós precisamos mudar nossa maneira de pensar, de agir, de comprar - eu até já falei em um texto sobre consumo consciente - isso sem falar sobre os impactos desse consumo desenfreado no planeta. Por mais que digam que o aquecimento global é um mito, e mesmo que seja, não é por isso que podemos descuidar dele. Não podemos tratar tão mal o planeta que nos deu tudo, nós precisamos muito mais dele do que ele de nós.

Qual a opinião de vocês sobre isso, concordam ou discordam?
Beijos
S.S Sarfati

2 COMENTÁRIOS ❤

  1. Legal, Sophie.

    Realmente é uma socióloga, tanto quanto nossa sociedade vive em função da reprodução do Capital, o que passa essencialmente pelo consumo compulsivo.

    Fazemos parte disso, mas, como vc mesmo assume, precisamos manter uma postura crítica.

    Sempre pensei na possibilidade de, apesar de consumistas, podermos fazer alguma coisa pelo planeta. Tipo eleger produtos de indústrias responsáveis pelo meio ambiente.

    O que acha?

    Enfim, parabéns pelo texto.

    Beijos.

    FSulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, acho uma ideia fantástica. Preferir marcas com uma pegada sustentável e que faça o bem pra a sociedade também (tipo as que não usam trabalho escravo), mas a questão é o preço. Precisamos encontrar um meio termo entre preço/bons produtos.
      Beijos. obrigada pelo comentário! Espero te ver mais vezes por aqui <3

      Excluir