Março vai demorar para passar, sempre demora, mas desta vez acho que isso não é necessariamente uma coisa ruim: como eu já disse por aqui, eu acabei de começar o cursinho e é uma pegada totalmente diferente da escola. Quero dizer, na escola eu dava um jeito de não estudar TODAS as matérias e sim só as que eu mais gostava (por isso que eu sei regência e concordância, mas não sei cinemática), claro que isso me custava umas notas ruins, mas eu nunca me importei muito com isso (mas se eu tirasse menos do que nove em uma matéria que eu gostava eu ficava irada).
Ter que estudar é algo muito fora da minha zona de conforto então preciso de um tempinho para me acostumar com isso, o que é natural. Tem uma citação de um dos meus livros favoritos ("Comer, Rezar e Amar") que diz que você precisa ser muito paciente consigo quando se está aprendendo algo novo e eu lembro que a primeira vez que li isso (lá em 2011) isso causou uma verdadeira revolução dentro de mim: nunca estive acostumada a ser paciente comigo, especialmente quando eu estava aprendendo algo novo. De 2011 para cá muuuuita coisa aconteceu comigo então acho que finalmente estou aprendendo o significado da frase e sendo mais paciente comigo mesma. Para que serviria a literatura se não fosse para nos ajudar a pensar diferente, fora da caixa? 
Eu espero sobreviver ao período de adaptação ao cursinho e deixar a matéria em dia (ou pelo menos a maior parte dela) e não me perder nas coisas que gosto de fazer, por que é muito fácil ignorar os prazeres em nome das obrigações e se perder em preocupações, difícil é equilibrar tudo e para o meu 2015 eu quero tudo que eu não tive em 2014: equilíbrio.

Beijos
S.S Sarfati

Deixe um comentário