Eu nunca fiz um post falando sobre as tendência BoHo ou sobre a nova linha da MAC com a Julia Petit, mas, como é possível perceber, eu sei sobre a tendência BoHo, sobre a nova linha da MAC e quem é Julia Petit. O fato de eu nunca ter gravado um vídeo falando sobre as minhas compras do último mês ou um post sobre a última paleta ma-ra-vi-lho-sa da Natura que eu ganhei da minha mãe não me impede de gostar de tudo isso. 
Eu gosto de criar e mostrar minhas criações para o mundo e por isso não vejo muita graça em comentar a criação dos outros. Além do mais, embora eu curta estar bem informada quando o assunto é a moda, não é algo que move a minha vida. Eu gosto de adaptar as tendências para o meu estilo, vocês não vão me encontrar usando roupa de uma determinada marca só porque uma blogueira disse que aquela marca é maravilhosa: sou bastante fiel a mim mesma. Outro fato bastante importante é: eu não vou pirar se eu não puder comprar um top cropped ou coisa assim. Acho que se vestir bem é importante, mas tudo tem limites. Nem tanto ao céu, nem tanto a terra, para tudo.
Quando eu comentei com a minha mãe esse meu desejo de expor meu lado mais "patricinha" (ou até mesmo "fútil") ela sugeriu que eu criasse um blog para falar sobre isso, mas eu percebi que não quero fazer como todo mundo faz. Eu não vejo porque separar as coisas quando a pessoa por trás é a mesma. Eu nunca abordei o assunto porque eu nunca encontrei um formato que me agradasse (fruto de uma fórmula desgastada), mas isso não me impede de gostar dele. 
Eu acompanho vários blogs sobre vários assuntos que me agradam então porque não posso falar de todos eles de um jeito bacana? Embora a Sofia que reflete sobre tudo e todos é a que mais se sobressai não quer dizer que seja a única e é por isso que eu uso todas as variações do meu nome (Sofia/Sophia/Sophie). Não associo nenhum nome a determinada personalidade, uso aleatoriamente, mas gosto de brincar com isso,
Por causa de tudo o que eu já disse acima, ontem à noite eu decidi criar um Instagram para compartilhar esse meu lado desconhecido. Não quero ser julgada por ele, mas não vejo uma necessidade de não mostrá-lo quando eu quero mostra-lo só porque não combina com o perfil pré-determinado que as pessoas têm de mim. Gostar de sombras não desabona em nada meu gosto por filmes antigos. Aliás, tenho bastante segurança em afirmar que entendo muito mais do assunto do que muita menina que acha que só quem gosta de livros é verdadeiramente inteligente. 
O meu Instagram pessoal (que inclusive mudou de nome) é o @sofiaandreassa (o perfil é privado, mas é só para ter um pouco mais de segurança em relação a quem vê as fotos, pode seguir lá que eu sempre dou "Ok") e o Instragram "profissional" digamos (profissional porque é uma extensão de várias coisas que eu quero dizer, mas não sei como dizer no blog de um jeito autêntico) é o @sophiadetails. O nome é este porque trata de detalhes da minha vida que eu não acho legal expor para todo mundo, mas sim para quem quer ver.  "Sofs, por que você não começa a postar o que você vai postar @sophiadetails no @sofiaandreassa mesmo?" Simples: porque a grande maioria de pessoas que me seguem, me seguem porque gostam de mim e só isso. Gostar de mim não quer dizer querer saber de todos os detalhes da minha vida. Eu gosto de um monte de gente, mas isso não quer dizer que eu quero saber quando elas ganharam um blush em bastão da mãe dela. O @sophiadetails é para quem, assim como eu, gosta de saber alguns detalhes a mais sobre a vida de algumas pessoas.
Eu realmente espero que o @sophiadetails dê certo (que eu me divirta, claro) e que me ajude a encontrar uma maneira de falar sobre ele aqui, afinal, o blog é para ser uma versão escrita minha: completa. 

Beijos
Me segue lá
S.S Sarfati

Deixe um comentário