WeHeartIt

-Noah, você pode atender a porta? Por favor?
-Vamos fingir que não tem ninguém em casa.
-A luz da frente está acesa. Não dá para fingir que não tem ninguém em casa.
-Fala para Carol atender a porta.
-Eu estou falando para você ir atender a porta.
-Por que eu? A Carol não está fazendo nada. Ela só está no celular.
-E você, está fazendo o que?
-Eu estou assistindo filme de Natal.
-Noah, será que você pode ir atender a porta de uma vez?
-Eu tenho escolha?
-Não – Noah caminha emburrado em direção a porta e quando finalmente atende ele tem uma surpresa:
-Sami?!
-Oi – disse ela meio sem jeito – Espero não estar atrapalhando.
-De jeito nenhum.
-Bem, eu queria dizer uma coisa.
-Então diga.
-Eu meio que te amo.
-Meio que me ama?
-É, Noah. Eu gosto muito de você. Até demais. Mais do que eu gostaria, mas não posso me esconder atrás disso. Eu te amo e quero ficar com você por um bom tempo até que nossos temperamentos nos separe.
-Você acha que isso vai demorar muito?
-Eu espero que sim.
-Eu imaginava uma declaração um pouco mais romântica.
-Eu também. Você ainda gosta de mim? Você ainda quer ficar comigo?
-Ainda sim é tudo o que eu sempre quis.
 -Por quê?
-Eu amo você o suficiente para relevar seus defeitos.
-Obrigada.
-Você não deveria agradecer por ser amada.
-Eu sei. Eu estou agradecendo por você ter esperado por mim. Eu prometo que vou ser menos egoísta daqui para frente.
-Fico feliz de ouvir isso.
-Acho que vai ser complicado daqui para frente, não é?
-Talvez um pouco.
-Você acha que damos um jeito.
-Sinceramente?
-É.

-Acho que sim.

Deixe um comentário