Meia hora depois do furo

Muita gente sonha em colocar um piercing, seja por rebeldia ou modinha. Cada vez mais temos mais pessoas se expressando através de seus corpos e usando piercings para que isso aconteça e a maioria dos que optam por eles são jovens. A garantia de que o furo fecha depois de um tempo é um alívio enorme para quem tem medo de se arrepender ou simplesmente tem medo de qualquer coisa que envolva "para sempre". 
Eu faço parte do time que tem medo de se arrepender. Vocês sabem que sou louca por tatuagens e a única coisa que me impediu até hoje de fazer uma foi estar sempre mudando de ideia quanto ao desenho, cada hora penso em um desenho diferente para a minha primeira tatuagem e enquanto eu não me decido prefiro ficar na vontade do que no arrependimento. Com o piercing foi basicamente assim. 
Há mais de um ano eu decidi que queria fazer um piercing transversal. Eu queria algo que mostrasse minha rebeldia para o mundo, mas tatuagem era algo permanente demais então estava fora de questão. De algum jeito eu vi o piercing transversal e gostei, fofinho e rebelde ao mesmo tempo. Só que minha opinião sobre ele oscilava entre "eu preciso furar logo!" e "eu não vou furar esse negócio de jeito nenhum" então decidi esperar até um dia em que eu estivesse realmente segura sobre ele. Alguns finais de semana atrás, após me irritar com alguma coisa, decidi que eu iria furar a orelha e como a vontade continuou mesmo depois da irritação ter passado, soube que era o momento certo. E eu não estou nem um pouco arrependida da minha escolha. 
Agora que eu compartilhei o que me levou a fazer o piercing transversal, vou compartilhar algumas informações "técnicas" sobre o assunto. Tem relativamente pouca coisa sobre o assunto na internet, é muito mais fácil encontrar informações gerais sobre piercings do que sobre o transversal em específico. É preciso ler muitos sites diferentes para achar informações conclusivas sobre o tema. Por isso decidi juntar tudo em um único lugar. 
Caso você esteja pensando em furar, já furou e está com alguma dúvida sobre a cicatrização ou simplesmente quer saber sobre o assunto é só continuar lendo.
Dor
Olha, não vou mentir: dói muito. O primeiro furo não doeu, mas na hora de furar o segundo foi horrível e quando coloca a joia alarga um pouquinho mais, ou seja, dói. Eu tenho pressão naturalmente baixa do tipo que desmaio quando faço exame de sangue e não deu outra, não desmaiei de verdade, mas fiquei branca e com a visão embassada. O moço do estúdio me contou que isso é até que bem normal acontecer.

Primeiros Dias
No dia em que eu furei (segunda) fiquei com a orelha latejando um pouco, mas tomei Tylenol para aliviar um pouquinho e continuei tomando até sexta feira que foi quando parou de doer. Para limpar eu usei spray antisséptico três vezes ao dia no minimo e foi super tranquilo. No sábado consegui lavar o cabelo e deitar em cima do piercing tranquilamente. Se você tiver cabelo cumprido, prefira usá-lo preso nesses primeiros dias.

Cicatrização
Agora, um mês depois, eu ainda preciso cuidar direitinho dele. Como a orelha é cartilagem a sua cicatrização é mais lenta por não ser irrigada por sangue e pode levar entre três a seis meses para que a cicatrização seja completa, evitando exposição ao sol, mar e piscina. Eu limpo todos os dias com o spray antisséptico e cotonete pelo menos antes de dormir e ao longo do dia.

Cuidados 
Uma coisa que eu queria muito que alguém tivesse me falado era que precisava limpar o meinho dele. Tem muita informação sobre como limpar os furos, mas não o ferrinho. Com um cotonete mergulhado em spray antisséptico é só passar entre o ferrinho e a orelha para que não aconteça de inflamar mesmo que de leve. (que foi o que aconteceu comigo). Não deixar de limpar as casquinhas que se formam e, algo que eu estou fazendo e acho que está dando super certo, é usar Nebacetim toda vez que você perceber que a orelha está vermelha. Esses dias andou fazendo muito frio e eu não consegui evitar o uso de gorro, mas ainda incomodava um pouco e deixava a orelha irritada. A única coisa que me salvou foi manter bem limpinho e usar a pomada.

Local
Eu moro em Taubaté (SP) e fiz no Klash Tattoo que foi a indicação de uma amiga que tem vários piercings. Foi ótimo! Lá é super limpinho e o moço super atencioso (ficou batendo o maior papo com a minha mãe enquanto eu me recuperava do furo). Tirando que o lugar é incrível. Esta daqui é a página no Facebook deles, eles respondem super rapidinho as mensagens. Ah, eu paguei R$ 30.
Quando vocês forem escolher um lugar para fazer um piercing, peça indicação de alguém que já fez. E observe as condições de higiene do local e do material utilizado. Grande parte dos problemas são causados por falta de higiene do local e péssima escolha do material da joia.


Vale lembrar que eu faço parte da área de Comunicação Social, uma área que tem uma tolerância enorme com piercings, tatuagens e outras "esquisitices" e nem todas as áreas são assim. Se você é da área do Direito ou Medicina, por exemplo, vale a pena escolher bem qual modelo e onde vai ser colocado para que não prejudique seu futuro profissional. 
O meu transversal é super discreto. Só dá para notá-lo quando estou com o cabelo bem preso porque se estiver meio soltinho ele já some - uma vez que ele é da cor do meu cabelo. Inclusive, essa foto de baixo é a única que tenho em que ele aparece totalmente.



Qualquer dúvida é só perguntar
Beijos
S.S Sarfati

Deixe um comentário