Foto da @sthefanigabriela/ a minha opinião não tem nenhuma ligação com a da autora da foto, ok?

De uns tempos para cá a Literatura tem passado por várias "modinhas". Ano passado a modinha literária era aquele livro Jardim Encantado que desencadeou uma moda enorme de livros de colorir, agora em 2016 a moda é livros escritos por Youtubers/blogueiros.
Acho que o primeiro livro por uma blogueira foi o "Depois dos Quinze" da Bruna Vieira, o livro homônimo do blog dela continha várias crônicas e contos escritos por ela e postados no blog. Podia não ser o meu estilo de crônicas e contos, mas ainda sim era uma produção literária. Extremamente válido uma vez que apresentou para várias pessoas o universo dos livros.
Muitos anos depois surgiram os livros da Kéfera e do Christian Figueiredo que rapidamente se tornaram sucesso de vendas e por isso, nenhum dos dois tardou em escrever um segundo volume da obra e aí que começam os questionamentos: uma vez que o livro está longe de ser literário, sobre o que jovens de vinte e poucos anos podem falar em um livro? Claro, eles têm milhões de views no Youtube, mas isso não é o suficiente para escrever um livro sobre a vida deles. Eles podem ter dinheiro e fama, mas aos vinte e poucos anos falta maturidade e experiência de vida para escrever um livro sobre a trajetória de vida deles. Aliás, qual trajetória de vida sendo que a vida deles mal começou?
Depois deles quase todos os youtubers famosos no Brasil passaram a escrever livros sobre suas vidas ou até mesmo livros interativos - daquele tipo que você "completa" o livro para aguçar sua imaginação quando se tem uns dez anos. O mais engraçado é que nem mesmo os fãs sabem dizer sobre o que fala o livro exatamente. São edições lindas com diagramação de primeira e fotos maravilhosas, mas quanto ao conteúdo? Bem, são como uma extensão do canal - e com se alguns já não fossem fúteis o suficiente apenas online, em papel se tornam ridículos.
As editoras têm gastado pequenas fortunas para a divulgação dos novos "autores" com o pretexto de estarem divulgando a literatura nacional quando, na verdade, só estão divulgando quem tem legião de fãs que comprarão quaisquer as coisas que eles coloquem os nomes.
O Brasil tem MILHARES de autores novos que mereciam ser divulgados por causa da alta qualidade da sua obra, mas que não são divulgados por não serem economicamente rentáveis. TODOS os dias autores independentes abdicam do sonho de publicar um livro por causa do alto custo que as editoras cobram só para imprimir os livros. Entendo que é uma época difícil para as editoras, grandes editoras têm fechado, mas elas não são nada além de uma gráfica quando escolhem lançar apenas livros rentáveis. A Literatura Nacional não pode ser apenas o que deixa as editoras mais ricas, mas sim o que deixa o país todo mais rico - inclusive cultura.

Beijos
S.S Sarfati

Não se esqueçam de se inscrever para a Newsletter do blog clicando aqui, emails toda semana!

2 COMENTÁRIOS ❤

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Isso é só mais uma forma de expandir o trabalho deles fora da internet. E fizeram isso de uma forma muito legal, pois os fãs podem conhecer um pouco mais da história por trás do sucesso deles. Eles são criadores de conteúdo, e esse é o trabalho deles(as).
    Meu blog: www.adssonc.com

    ResponderExcluir