WeHeartIt

Recentemente eu me desapontei muito com pessoas as quais eu considerava amigos muito verdadeiros. Sabe aquele momento em que você percebe que você era o único amigo de verdade? Que talvez a sua honestidade não condissesse com a suposta honestidade deles? Mas não é algo que eu esteja sofrendo, na verdade, me sinto muito bem, me sinto quase que fisicamente mais leve. Era algo que já estava dentro de mim há tempos, mas que eu havia decidido ignorar em nome de uma suposta parceria que só existia para mim. 
Algo que andou martelando muito na minha cabeça nos últimos dias foi que amizade unanime não é algo que exista realmente. Nem todo mundo vai gostar de você e tudo bem, você não precisa ser gostado por todo mundo. Quando se está inserido em grupo muito grande, mesmo que as afinidades existam, vai ter gente que não vai gostar do seu jeito, de quem você é e isso é completamente normal e compreensível uma vez que amizades unanimes não existem.
Além do mais, não vale a pena manter amizade com pessoas que de alguma forma façam você se anular ou não poder mostrar toda a sua personalidade. Eu não preciso te conhecer para saber que você tem uma personalidade incrível e qualquer amizade que faça você precisar esconde-la, nem que seja só um pouquinho, não é digna de sua amizade. Você até pode achar que há um sentimento de aceitação quando, na verdade, não há. Eles aceitam quem você finge ser, eles aceitam quem eles querem que você seja e não quem você é de verdade. 
Eu, por exemplo, sou do tipo de pessoa que toma partido sobre tudo que acho que devo e eu convivia com pessoas as quais eu não me sentia a vontade para tomar partido das coisas as quais eu achava certo e por isso deixei passar muita coisa que eu sempre considerei inaceitável. Nos raros momentos em que eu me posicionava sobre algo o qual a maioria não concordava, me faziam eu me sentir mal não apenas por defender aquilo que eu achava certo que não era o mesmo que eles, como por pensar diferente. Isso jamais deve acontecer. Em hipótese alguma você deve se anular em nome de algo maior. Você tem sua personalidade e deve mânte-la independente do que aconteça.
Claro que nem tudo é tão ruim assim, eu conheci muitas pessoas incríveis este ano, mas certamente as pessoas as quais eu me refiro não são uma delas e embora bata aquela desilusão é importante saber que não somos nada sem nossas experiências, sejam elas boas ou ruins. 

Beijos
S.S Sarfati 

Não se esqueçam de se inscrever para a Newsletter do blog clicando aqui, emails toda semana!

Deixe um comentário