WeHeartIt

Em 2013 e 2015 eu decidi escrever contos de Natal e foi uma experiência incrível. Eu adoro Natal e adoro escrever, então escrever sobre essa época do ano é quase uma honra. Inclusive, vocês sabem que eu tenho certo "crush literário" por histórias românticas então meus contos de Natal não seriam diferentes e você pode ler eles na integra clicando aqui.
Diferente dos outros anos, este ano fiz algo menos romântico e mais introspectivo: Andressa e Ulisses são pessoas com histórias totalmente diferentes com uma única coisa em comum: estão passando o Natal completamente sozinhos. Em um dia com tantos significados diferentes e profundos a introspecção de cada um deles leva eles a pensamentos quase que obscuros sobre si mesmos e sobre mesmos.
Como é um capítulo único, vocês podem ler no pdf clicando aqui
Desse conto veio outras ideias até mesmo ideias de como escrever melhor esse conto, mas eu precisaria pensar melhor e o Natal é no fim de semana então não é como se eu tivesse muito tempo para isso. Contudo continuo com a ideia na cabeça e caso eu mude algumas coisas, adicione algumas cenas, eu volto a falar sobre o assunto aqui. Inclusive posso contar mais sobre meu processo de criação e etc, sei que muitos escritores, aspirantes a escritores e fãs da literatura se interessam sobre o assunto!
O conto se chama "So This Is Christmas" fazendo referencia a música "Merry Xmas (War Is Over)" do John Lennon. Clique aqui para escutar esse clássico natalino. 

Vou deixar o início do conto para vocês darem uma olhada
Beijos
S.S Sarfati


So This Is Christmas

Andressa tentou superar todos os traumas dos seus vinte e cinco anos em um único ano e advinha só o que aconteceu? Isso mesmo: ela havia perdido não apenas o emprego, mas o contato com a família e com os amigos próximos também. E tudo isso por que ela havia começado a ir à psicóloga no fim do ano anterior. Ela decidiu que naquele ano o foco principal seria ela: no segundo dia do ano terminou com o namorado por achar que, apesar de amoroso, ele destruía a vida dela. Pediu demissão sem outro emprego em vista por estar cansada de ser considerada apenas a filha do chefe. Destruiu o contato com a família nuclear por não suportar mais a diferença que faziam com a sua irmã mais velha. Largou os amigos por achar que, mesmo que indiretamente, eles só andavam com ela pela influência. E isso ainda não era nem Abril! Ao longo do ano a única coisa que conseguiu ajeitar foi a questão do emprego: agora estava trabalhando em um escritório tão bonito e tão pomposo quanto o do seu pai, com a única diferença que lá sabiam que o nome dela era Andressa.
Era vinte e quatro de Dezembro e ela estava completamente sozinha: como uma menina que havia vivido a vida em meio a tantos holofotes e amigos não tinha um único convite para o Natal? O que ela poderia fazer se não comemorar o seu próprio Natal? Para continuar lendo clique aqui 

UM COMENTÁRIO ❤

  1. Heyy Sophie!!! Que conto mais lindo... sou apaixonada e já quero mais contando a história desses dois.

    Seguindo o blog. Sucesso p ti viu?

    Beijos
    www.enfim-resolvido.com

    ResponderExcluir