Mais um ano e mais um Desafio Literário! 

O desafio literário de 2018 foi uma delícia de cumprir, apesar de que eu dei uma vacilada para cumprir os desafios de Novembro/Dezembro. Eu demorei dois meses para ler Um Dia, livro de Novembro, e nem cheguei perto de Minta Que Me Ama,  livro de Dezembro. Tudo bem, esse tipo de coisa acontece. 
Para 2019 mudei algumas coisas, mas mantive a mesma essência: incentivar as pessoas a se aventurarem no mundo dos livros. Espero que goste dos temas propostos (não, não são os mesmos tema), tentei não cair no clichê de falar coisas como "escolha um livro com a capa da cor tal".
Todo mês eu vou fazer um post aqui falando sobre o tema do mês e o livro da minha escolha, mas você pode conferir os 12 livros de 2019 na aba 'Meta de Leitura' da minha conta no Skoob (me adiciona lá!). Tenta adivinhar qual livro é de cada mês e depois me conta :) 
Para este ano, o desafio tem um grande diferencial: todos os livros serão escritos por mulheres, afim de valorizar a literatura feminina. Você sabia que de 114 ganhadores do Prêmio Nobel de Literatura, o principal prêmio de Literatura do mundo, apenas 14 são mulheres? São 100 homens a mais. A FLIP, Festa Literária de Paraty, uma das festas literárias mais importantes do mundo, só homenageou três mulheres contra 14 homens. São quase 5 vezes mais. Por causa de números como estes que é importante valorizar a literatura feminina. Para uma mulher escrever é um ato de resistência e cabe a especialmente nós, mulheres, a valorizarmos isso. Literatura feminina não deve ser só livros escritos para mulheres com temática dita como "bobinha", literatura feminina deve ser tudo que uma mulher escreve - e que os homens não tenham medo de ler. #LeiaMaisMulheres



E aí, o que achou dessa ideia? Gostou dos temas?
Beijos
S.S Sarfati


Deixe um comentário